Você encontra aqui conteúdos da disciplina História e Cultura Afro- Brasileira para estudos e pesquisas, como também, assuntos relacionados à Política, Religião, Saúde, Educação, Gênero e Sociedade.
Enfim assuntos sobre o passado e sobre nosso cotidiano relacionado à História do Brasil e do Mundo.







Seguidores

Visitantes

domingo, 2 de janeiro de 2011

Estudante da Rede Estadual tem reunião agendada com Michelle Obama

Breno Oliveira de Jesus, 16, estudante do Colégio Estadual Thales de Azevedo, em Salvador, viaja para São Paulo no dia 5 de janeiro, de onde segue rumo aos Estados Unidos. O adolescente é um dos 36 estudantes brasileiros vencedores da 9ª edição do Programa Intercâmbio Cultural Jovens Embaixadores, que registrou mais de seis mil inscrições em todo o país. Um dos compromissos de Breno durante a viagem de três semanas é a reunião com a primeira-dama norte-americana, Michelle Obama.

A visita à Casa Branca, em Washington, já desperta no estudante, que nunca saiu do Brasil, algumas curiosidades. “Eu gostaria de entender porque o Governo Bush não se interessou muito em aproximar Estados Unidos e Brasil, desde quando somos um país emergente. Estive pensando em perguntar a Michelle o que ela pensa sobre isso”, revela Breno.

Além de participarem da reunião na Casa Branca, durante a semana em que permanecerão na capital estadunidense, os 36 jovens embaixadores brasileiros visitarão monumentos históricos, museus e outras organizações. Nas duas semanas seguintes, o grupo será dividido e cada subgrupo irá para um estado (Carolina do Norte, Montana, Oklahoma Washington e Ohio) para conviver com uma família que os hospedará voluntariamente.

Lá, eles frequentarão aulas em uma escola de ensino médio (high school), quando terão a oportunidade de apresentar o Brasil aos novos colegas. Sobre a rotina como estudante nos Estados Unidos, Breno acredita que descobrirá semelhanças em relação ao Brasil. “Será interessante fazer uma ponte entre o cotidiano dos dois países. Acho que encontrarei coisas semelhantes, inclusive problemas comuns. Também quero aprender mais sobre a cultura deles e desenvolver minhas habilidades, o meu olhar crítico para as questões sociais”, planeja.
Voluntário – Para ser um jovem embaixador é necessário que o candidato esteja a par das questões e problemas sociais e exerça algum trabalho voluntário há pelo menos 1 ano. Breno dá aulas de empoderamento espiritual, causas morais e virtudes, para crianças de 6 a 10 anos, moradoras do bairro do Candeal, em Salvador.

Ele explica que os ensinamentos que transmite são baseados na Fé Bahá’í, uma religião mundial e independente que surgiu na Pérsia, atual Irã, em 1844, e que não possui dogmas, rituais, cleros ou sacerdócio. “O caminho mais rápido para aprender é ensinar”, afirma o adolescente. Segundo Breno, o movimento de conhecimento em suas aulas é recíproco. “As crianças também me ensinam. Eu me desenvolvo junto com elas”, diz o jovem embaixador da Bahia, que passou, ainda, por avaliação oral e escrita de conhecimentos até vencer o Programa.

Além de Breno Oliveira de Jesus, Ramon da Silva Sampaio, 18, estudante do Instituto Federal da Bahia (Ifba), também está entre os vencedores da 9ª edição do programa Jovens Embaixadores. Ramon está envolvido em pesquisa e projeto de sustentabilidade e reciclagem.

O Programa - O Jovens Embaixadores é uma iniciativa de responsabilidade social da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, desenvolvida em parceria com o Conselho Nacional de Secretários da Educação (Consed), Ministério da Educação (MEC) e a rede de centros binacionais Brasil - Estados Unidos.
Desde a sua criação em 2003, o programa já beneficiou 212 jovens brasileiros. A lista com os nomes dos estudantes vencedores está disponível no site da Embaixada dos EUA (www.embaixadaamericana.org.br) e também do Consed (www.consed.org.br).

CONTATO
Breno Oliveira de Jesus – (71) 9211-4273/ 8838-3965

Nenhum comentário:

Postar um comentário