Você encontra aqui conteúdos da disciplina História e Cultura Afro- Brasileira para estudos e pesquisas, como também, assuntos relacionados à Política, Religião, Saúde, Educação, Gênero e Sociedade.
Enfim assuntos sobre o passado e sobre nosso cotidiano relacionado à História do Brasil e do Mundo.







Seguidores

Visitantes

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Rebeliões coloniais do Brasil: Movimentos Separatistas


Abaixo segue resumo da aula aplicada na turma de 8ª ano (7ª série) junto com alguns exercícios. O texto é bem simples, mas o intuíto é fazer com que a partir da leitura desse resumo, o aluno possa relembrar o que foi visto em sala de aula e fixar melhor as idéias.

A Inconfidência Mineira – 1789.


Causas:
•Opressão fiscal portuguesa;
  • Derrama;
  • Exploração;
•Proibição do funcionamento das manufaturas no Brasil;
•Influência do pensamento iluminista (Iluminismo);
•Influência da Independência dos EUA.

Participantes:
•Elite mineira.
  • Proprietários rurais (Domingos de Abreu Vieira e Francisco Antônio de Oliveira Lopes, Joaquim Silvério dos Reis);
  • Intelectuais (Cláudio Manuel da Costa e Tomás Antônio Gonzaga),
  • Escravocratas,
•Clérigos (padre José da Silva e Oliveira Rolim, o cônego Luís Vieira da Silva);
•Alguns militares (alferes Joaquim José da Silva Xavier).

Objetivos:
  • Eliminar a dominação portuguesa;
  • Liberação das manufaturas;
  • Implantação de uma república e uma constituição semelhante à americana.
  • Independência de Minas Gerais (capital Vila Rica);

Lema: Libertas Quæ Sera Tamen (liberdade ainda que tardia).

Conseqüências
•Líderes e participantes do movimento detidos e punidos (exílio e pena de morte).
•A Bandeira idealizada pelos inconfidentes foi adotada pelo estado de Minas Gerais.

A Conjuração Baiana (Conjuração dos Alfaiates) - 1798.
Causas:
•Opressão fiscal portuguesa;
  • Exploração;
•Proibição do funcionamento das manufaturas no Brasil;
•Influência do pensamento iluminista (Iluminismo);
•Influência da Revolução Francesa.

Participantes:
•Elite baiana.
  • Proprietários rurais;
  • Intelectuais (Luiz Gonzaga das Virgens e Cipriano Barata).
  • Escravocratas,
•Clérigos (padre José da Silva e Oliveira Rolim, o cônego Luís Vieira da Silva);
•Alguns militares (Luiz Gonzaga das Virgens)
•Escravos e ex-escravos.
•Trabalhadores (principalmente alfaiates);
•Várias raças.


As reuniões dos participantes eram feitas em locais secretos, a sociedade secreta Cavaleiros da Luz.

Objetivos:
  • Eliminar a dominação portuguesa;
  • Liberação das manufaturas;
  • Implantação de uma república e uma constituição semelhante à americana.
  • Independência de Minas Gerais (capital Vila Rica);
  • Libertação dos escravos,
  • Instauração de um governo igualitário (onde as pessoas fossem vistas de acordo com a capacidade e merecimento individuais),
  • Instalação de uma República na Bahia.

Conseqüências
•Líderes e participantes do movimento detidos e punidos (exílio e pena de morte).

Exercícios

1 – Qual o pensamento dos envolvidos na Inconfidência Mineira em relação à libertação dos escravos?


2 – Qual a principal diferença ente a Inconfidência Mineira e a Conjuração Baiana?


3 – Quais as semelhanças dos dois movimentos:
a) Causas
b) Objetivos:

4 – Qual o a papel de Tiradentes na Inconfidência Mineira?


5 – Observe os versos e responda:
"Animai-vos Povo baiense que está para chegar o tempo feliz da nossa Liberdade: o tempo em que todos seremos irmãos: o tempo em que todos seremos iguais."
(in: RUY, Afonso. A primeira revolução social do Brasil. p. 68.)

a) Fala de qual movimento separatista?

b) O texto tem influências da Revolução Francesa, destaque algumas passagens que mostram essa influência:

Fonte: Livro didático Construindo Conciências.
Editora Scipione.

Nenhum comentário:

Postar um comentário