Você encontra aqui conteúdos da disciplina História e Cultura Afro- Brasileira para estudos e pesquisas, como também, assuntos relacionados à Política, Religião, Saúde, Educação, Gênero e Sociedade.
Enfim assuntos sobre o passado e sobre nosso cotidiano relacionado à História do Brasil e do Mundo.







Seguidores

Visitantes

terça-feira, 10 de maio de 2011

Conheça sobre o surgimento da Literatura de Cordel



A literatura de cordel, como uma forma de manifestação popular, tem o seu surgimento na Europa feudal do século XII. Nas viagens de peregrinações, existiam três focos de concentrações de pessoas.



Provença – Sul da França.

Lombardia – Norte da Itália.

Galícia



Surgiram nestes três lugares, poetas nômades que de forma oral noticiavam fatos do cotidiano, cantando poemas de aventura e braveza.



Com o passar dos tempos, as descobertas marítimas, revolução francesa e industrial, este tipo de manifestação popular foi ganhando uma nova forma de sobrevivência. Sendo trazida ao Brasil, pelo colonizador português, por volta do séc. XVIII.



A literatura de cordel é impressa e divulgada em folhetos ilustrados com o processo de xilogravura (uma técnica de gravura na qual se utiliza madeira como matriz e possibilita a reprodução da imagem gravada sobre papel).






A literatura de cordel ganhou este nome, pois, em Portugal, eram expostos ao povo amarrados em cordões, estendidos em pequenas lojas de mercados populares ou até mesmo nas ruas.

Aos poucos, foi se tornando cada vez mais popular no Brasil. Nos dias de hoje, podemos encontrar este tipo de literatura, principalmente na região Nordeste. É uma forma encontrada por um grupo social para expor sua voz, ou seja, seus anseios, suas crenças, suas revoltas, suas causas.



A leitura dos folhetos de cordel provoca o leitor, na medida em que ele vai sendo informado de fatos e personagens que podem ou não ser reais e, principalmente, pelas vozes sociais que vão surgindo em um discurso enunciado por pessoas com menor poder aquisitivo e, na maioria das vezes, com menos escolaridade, mas que expõem ideologias e valores sociais que se completam ou se confrontam com outras.



Em algumas situações, estes poemas são acompanhados de violas e recitados em praças com a presença do público.



Nenhum comentário:

Postar um comentário