Você encontra aqui conteúdos da disciplina História e Cultura Afro- Brasileira para estudos e pesquisas, como também, assuntos relacionados à Política, Religião, Saúde, Educação, Gênero e Sociedade.
Enfim assuntos sobre o passado e sobre nosso cotidiano relacionado à História do Brasil e do Mundo.







Seguidores

Visitantes

quarta-feira, 23 de março de 2011

“Entre mitos e contradições: a formação histórica da cidade da Bahia”

Para marcar os 462 anos de Salvador, as fundações Maurício Grabois e Pedro Calmon decidiram promover um grande debate sobre a história da cidade. “Entre mitos e contradições: a formação histórica da cidade da Bahia” é o tema da mesa que acontece na próxima segunda-feira (28/3), às 17h, no auditório da Biblioteca Central, nos Barris. Os palestrantes serão os professores Luís Henrique Dias Tavares e Ubiratan Castro de Araújo, dois dos maiores estudiosos da história da Bahia.

O secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporta da Bahia, Nilton Vasconcelos, atuará como debatedor, com a função de provocar os palestrantes e a platéia a falar das questões mais polêmicas sobre Salvador. A cidade, fundada em 29 de março de 1549 por Thomé de Souza, chega aos 462 anos com as contradições de toda grande metrópole e com o desafio de resolver questões como a mobilidade urbana, o déficit habitacional e um alto índice de desemprego.

“O debate tem como objetivo refletir sobre a formação identitária de Salvador: seu povo, suas classes e suas raças. Será um também um espaço para discutir questões atuais sobre a cidade, que chega aos 462 anos sem perspectivas de solução para os seus principais problemas sociais”, afirma Ricardo Moreno, da Fundação Maurício Grabois.
Os organizadores pretendem também fazer uma grande homenagem aos historiadores Luís Henrique Dias Tavares e Ubiratan Castro de Araújo, pela contribuição dos dois para o pensamento histórico de Salvador e da Bahia.

Fonte: http://www.vermelho.org.br/ba/noticia.php?id_secao=58&id_noticia=150159

Nenhum comentário:

Postar um comentário