Você encontra aqui conteúdos da disciplina História e Cultura Afro- Brasileira para estudos e pesquisas, como também, assuntos relacionados à Política, Religião, Saúde, Educação, Gênero e Sociedade.
Enfim assuntos sobre o passado e sobre nosso cotidiano relacionado à História do Brasil e do Mundo.







Seguidores

Visitantes

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Nomes Angolanos em UMBUNDU

Lista de nomes em lingua umbundo. A lista feita pelo Huambo Digital.

  1. CASANDI - Deriva de “okusandjilia”, procurar. Significa não procurar. Sentido: tudo o que querer vem ter com ele, não precisa de procurar.
  2. CHACOCO - Deriva de “tcha kwokwo”, que quer dizer por ele mesmo, de suas mãos. Sentido: batalhador, lutador, aquele que alcança os seus objectivos lutando por eles.
  3. CAVITA - Deriva de “ovita”, que quer dizer problema. Significa de problema, problemático. Será o nome que se dá àquele que nasce quando há conflito entre os seus progenitores?
  4. CHICA (TCHIKA) - Aquele que se habitua ou se adapta com facilidade.
  5. EPALANGA - Deriva de “epalanga liange”. Significa meu amigo e companheiro.
  6. ELAVOKO - Significa esperança, por ter nascido na véspera do Natal ou porque antes do seu nascimento faleceram muitos outros filhos do mesmo casal.
  7. EKUMBI - Sol.
  8. HOSSI - Deriva de “ohosi”, leão. Nome próprio do gémeo que nasce em segundo lugar, quando forem todos do sexo masculino.
  9. HANDANGA - Significa reinar no lugar da mulher. Quando um rei ou soba morresse sem sobrinho nem filho e tivesse apenas como herdeiro uma filha casada, sucedia-lhe esta e esta, por sua vez, declinava a responsabilidade ao seu marido.
  10. KASOMA - Deriva de “osoma, osoma itito”. Nome dado ao chefe de uma aldeia ou ao parente de “osoma”.
  11. KAPIÑGALA - Herdeiro, substituto, sucessor.
  12. KASINDA - Nome próprio de quem nasce logo depois de gémeos, independentemente do seu sexo.
  13. KAPUKA - Deriva de “okapuka”. Nome de uma planta antídoto de veneno. Sentido: curador, salvador.
  14. KAVINOQUEKA - Significa nada me cinge.
  15. KALUNGA - Mar.
  16. KAHOSI - Deriva de “ohosi”, leão mais o prefixo “ka”, que serve de diminutivo ou partícula negativa. Sentido: leão pequeno ou pequeno leão.
  17. KALEYI - Substituto ou representante do “osoma”.
  18. KALITANGI - Deriva de “walitanga ohopa”. Nome dado a uma criança, sem distinção de sexo, quando traz o umbigo enrolado ao corpo.
  19. KALUMBU - Deriva da palavra “elumbu”, que quer dizer surpresa. Dá-se este nome à criança quando a mãe concebeu num período irregular do ciclo menstrual, isto é, nos primeiros meses posteriores ao parto, enquanto ainda amamenta. Sem contar com o ciclo menstrual, apercebe-se que está de novo grávida.
  20. KANDIMBA - Deriva de “ondimba”, coelho. Este nome é símbolo de esperteza e astúcia.
  21. KANGUYA - Deriva de “onguya”, agulha mais o prefixo “ka”. Significa pequena agulha.
  22. KAPITANGO - Deriva de “kapiti etango”, aquele que não passa em vão. Sentido: anunciador, núncio. É também o nome de um cogumelo comestível depois de seco e cozido.
  23. KASOVA - Deriva do verbo “okusoveka”, alternar. Normalmente dá-se este nome à criança que nasce depois de dois, três ou mais de sexo oposto ao seu.
  24. KATANYA - Nome que se dá à criança que ficou órfão de pai antes da sua nascença.
  25. KULEMBE - Deriva de “okulembeleka”, consolar. Significa consolação após uma longa espera; finalmente nasce aquele que vem trazer o consolo, a alegria na família.
  26. KUSUMWA - Deriva de “esumwo”, desgraça. Nome dado ao filho que nasce depois de dois ou três ou mais anos depois do casamento ou ainda pode se dar à criança que encontra algum desentendimento entre os pais.
  27. KANGANDJO - Deriva de “ngandjo”, cubata. Será por ter nascido numa cubata?
  28. KUMOLA - Aquele que prevê, vidente.
  29. KATCHIKUKUVANDA - Não sabe onde vai, indeciso, sem norte.
  30. LUVINDA - Amarrador, trançador. É também o nome da armadilha que se faz entrançando o capim.
  31. LUSATI - Deriva de “olusati”, resto de um milheiro cortado em crescimento e sem possibilidade de crescer nem de morrer. Nome dado à criança que nasce sem ter encontrado o seu pai, por pré-morte deste ou ainda àquela criança que, alem d perder o pai, venha também a perder a mãe logo o parto.
  32. MOKO - Deriva de “omoko”, faca.
  33. MUHONGO - Nome que é atribuído à criança que, independentemente do sexo, nasce para alem do período considerado normal para uma gravidez, que pode alcançar 14 ou 15 meses. Por isso mesmo, o seu nascimento constitui uma surpresa até ao dia do parto.
  34. MULUNGO - Deriva de “omulungu”, órfão de pai e mãe logo à nascença.
  35. MUNGA - Celestial, anjo, justiceiro, testemunha.
  36. NGEVE - Deriva de “ongeve”, hipopótamo. Nome atribuído ao gémeo que nasce em segundo lugar, quando for do sexo feminino.
  37. NJAMBA - Deriva de “onjamba”, elefante. Nome dado ao primeiro filho que nasce de um parto de gémeos, indistintamente do sexo.
  38. NGONGO - Deriva de “ongongo”, farol. Significa orientador.
  39. NAMBUNDI - Deriva de “ombundi”, nome de um arbusto das savanas cujas raízes servem para fazer fermentar a “otchisangwa” (bebida tradicional feita de farinha de milho). Será por negociar o “ombundi”?
  40. NDAVOKA - Deriva do verbo “okulavoka”, esperar. Significa esperado.
  41. NANGOMBE - Deriva de “ongombe”, boi mais o prefixo “na”, mãe de. Literalmente, traduz-se em “mãe do boi”. Sentido: nome que se atribui ao proprietário de um certo número de cabeças de gado, como símbolo da sua riqueza.
  42. NATULA - Nome comum para as mulheres ousadas, autoritárias e matronas.
  43. NATUMBU - Deriva de “utumbu”, farelo. Será por fabricar aguardente à base de farelo?
  44. NAVIMBI - Deriva de “otchivimbi”, morto e do prefixo “na”, mãe de. Será que é o nome atribuído à mulher cujos filhos nascem mortos ou não sobrevivem por muito tempo?
  45. NAVITA - Deriva de “ovita”, guerra mais o prefixo “na”, mãe de. Será porque a sua presença a fonte de conflitos na comunidade?
  46. NDALA - Deriva de “ondala”, espécie de víbora. Nome de uma cobra voadora das montanhas, que ataca mortalmente os homens e animais a partir da cabeça. Sentido: nome utilizado como alcunha por chefes, com o objectivo de destacar a sua acção.
  47. NDUMBU - Deriva de “ondumbu”, leão. Sentido: baluarte, protector.
  48. NGONGA - Deriva de “ongonga”, falcão.
  49. NASSOMA - Rainha.
  50. PAKISI - Nome que se dá a uma criança que nasce órfão de pai e depois, a mãe, sem meios para a sustentar, abandona-a e ela é recolhida por alguém que a encontre.
  51. SONEHÃ - Deriva do verbo “okusonehã”, escrever.
  52. SASONDE - Nasceu no momento em que há problemas entre o casal.
  53. SINJEKUMBI - Aquele que espera pelo nascer do sol.
  54. SAMAHINA - Deriva de “omahini”, leite azedo. Será que é o nome que se dá à criança porque a mãe durante a gravidez se alimentou a base de leite azedo?
  55. SANDAMBONGO - Nome que se dá à criança que teria nascido numa altura em que o pai se encontrava em viagem de negócio ou preocupado em conseguir algum dinheiro para uma necessidade pontual.
  56. SAPALO - Nome que se dá às crianças que nascem no Sábado.
  57. SAVIMBI - Deriva de “otchivimbi”, morto mais o prefixo “sa”, pai de.
  58. TCHIKUKUMA - Deriva de “tchikukuma tchitulatula”, pessoa que facilmente se irrita e com a mesma facilidade recupera o humor.
  59. TCHILEPUE- Cauteloso, lento, vagaroso.
  60. TCHOPELONGA - Tradução literal, do prato. Sentido: só faz o que lhe diz respeito.
  61. TCHILOMBO - Nome que se dá à criança cuja mãe concebeu sem ser iniciada e deu à luz quando ainda se encontrava na iniciação. Dá-se também este nome quando alguém nasce num acampamento “otchilombo”: de guerra, de caça, de comércio, etc; sedentária.
  62. TCHIMUKU - Deriva de “omuku”, rato. Tchimuku refere-se a um grande rato (ratazana).
  63. TCHIPENDA - Deriva do verbo “okupenda”, abrir caminho. Sentido: timoneiro, líder, condutor.
  64. TCHIPILIKA - Deriva do verbo “okupilika”, insistir. Sentido: perseverante, teimoso.
  65. TCHITEKULO - Benfeitor. Pessoa bondosa e prestável.
  66. TCHITULA - Nos tempos em que os povos eram nómadas, não lhes era possível construir casas com carácter definitivo. Construíam, sim, cubatas de capim, porque a qualquer momento teriam de se deslocar para outra localidade. Quando se fixassem numa nova zona, a primeira criança que ali se nascesse, naquelas condições provisórias e precárias, lhe era atribuído o nome de Tchitula.
  67. TCHITWE - Deriva do prefixo “tchi”, partícula aumentativa (grande) mais a palavra “utwe”, cabeça. Literalmente traduz-se cabeça grande. Por alegoria significa chefe, timoneiro, homem de vasta cultura.
  68. TCHIVINDA - Deriva de “otchivinda”, ferreiro.
  69. VITI - Árvore, pau.
  70. VITULO - Sorteado.
  71. WELEMA - Deriva de “owelema”, escuridão. Será que se atribui este nome por a criança ter nascido de noite?

Um comentário:

  1. maravilhoso...reconhecendo a cultura Bantu. Algo raro no mundo academico afrobrasileiro.

    ResponderExcluir